15/03/2019 00:50 - Atualizado em 15/03/2019 00:58 Andre Souza


Audiência Pública discute medidas de proteção para as mulheres de Barretos

Tema foi proposto pela vereadora Paula Lemos(PSB), por meio do Requerimento nº 85/2019



Aconteceu na noite desta quinta-feira (14), no Plenário da Câmara, a Audiência Pública para discutir medidas de proteção para as mulheres de Barretos. Entre os assuntos debatidos estavam os tipos de violência contra as mulheres, estatísticas locais e nacionais, além de ações e políticas públicas para melhorar o atendimento e o acolhimento da mulher. 

 

 

ASSISTA AO VÍDEO COMPLETO DA AUDIÊNCIA PÚBLICA

 

 

A reunião com a população foi proposta pela vereadora Paula Lemos (PSB), por meio do Requerimento nº 85/2019, aprovado por todos os vereadores.

 

 

Fizeram parte da Mesa: o Delegado Titular da DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) Dr. Marcos Eduardo Marques; o Delegado Assistente Seccional, Rafael Faria Domingos; a Defensora Pública, Daniela Sanchez Ferreira; a Secretária Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano, Kelly de Brito Coelho; a Presidente da Comissão da Mulher Advogada da OAB, Dr.ª Jacilene Girardi; a representante do CRAM (Centro de Referência de Atendimento à Mulher), Danielle Zanon; a representante do Fórum Popular de Saúde, Débora Cristina Teixeira e a representante do Coletivo "Minha Voz", Paula de Oliveira Medeiros.

 

 

A representante do Conselho Municipal de Igualdade Racial, Michela Silva; a representante do Coletivo "Quintessência", Tamara Maria; e o representante do Conselho Municipal de Cultura, José Geraldo Rezende também participaram dos debates.  Integrantes do Projeto "Garotas Brilhantes", do Coletivo "Juntas" e do COMDIM (Conselho Municipal dos Direitos da Mulher) assistiram de perto as discussões. 

 

 

Algumas mulheres presentes no Plenário fizeram uso da palavra para expor episódios de violência doméstica que enfrentaram na infância ou no ambiente familiar. Outras cobraram melhorias na DDM com relação ao atendimento e acolhimento da mulher vítima de violência e sugeriram mais divulgação, principalmente nas periferias, das políticas públicas que garantem os direitos femininos

 

 

 

A TV Câmara transmitiu a Audiência Pública ao vivo pelo canal 31.3, Facebook e Youtube.

 

 

 

VEJA TAMBÉM

 

 

Requerimento nº 85/2019 (propõe o tema a ser discutido)

 

Edital nº 873 (convoca Audiência Pública)

 

Convite (publicado na Folha de Barretos - pág. 34 )