10/05/2018 11:21 - Atualizado em 10/05/2018 15:46 Rafael Lucas


Comissão de Inquérito da Santa Casa define trabalhos de apuração

CPI investiga fatos relativos à situação financeira da Santa Casa de Misericórdia no período do ano 2000 até a data atual



 

Na manhã desta quinta-feira (10), na Câmara Municipal, aconteceu a reunião da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) que investiga fatos relativos à situação financeira da Santa Casa de Misericórdia no período do ano 2000 até a data atual.

 

Os Vereadores que integram a CPI, Carlão do Basquete (Presidente) Dr. Almir Neves (Membro) e Sargento Cipriano (Relator) decidiram analisar minuciosamente todos os documentos que já foram encaminhados à Comissão. Também vão solicitar que o atual Gestor da Santa Casa, Henrique Prata esclareça por que afirmou que o hospital teria uma dívida de 300 milhões e graves problemas de fraudes.

 

Ainda serão solicitadas cópias do Regimento Interno da Santa Casa, informações ao Prefeito Municipal sobre a intervenção e que o Presidente da Câmara providencie a contratação de um sistema de auditoria para auxiliar a análise dos documentos administrativos e contábeis do hospital.

 

A próxima reunião da Comissão, que ainda  não tem data definida, deverá acontecer após a análise de todas as informações.

 



 

DETALHES:

 

A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Santa Casa foi reinstaurada na Câmara  no dia 1º de fevereiro de 2017, após a aprovação do Requerimento 32/2017, assinado por todos os 17 vereadores.

 

O objetivo da comissão é apurar fatos relativos à situação financeira do hospital no período do ano 2000 até os dias atuais.

 

A atual Comissão é composta pelos vereadores Carlão do Basquete (PROS) [Presidente], Sargento Cipriano (PP) [Relator] e Dr. Almir Neves (PSDB) [Membro].

 

Em 2016, o Requerimento 1219/2016 já havia instaurado uma CPI com o mesmo tema, mas a investigação foi interrompida devido ao fim da Legislatura e a necessidade de se formar uma nova Comissão.